Captura de pantalla 2020-12-23 a las 12.40.42

Atención al paciente y citas:

924 240 351

Badajoz I Mérida I Don Benito I Plasencia

BLEFAROPLASTIA

O que é blefaroplastia?

A blefaroplastia é a cirurgia estética das pálpebras superiores e inferiores que tem como objetivo rejuvenescer o olhar, clarear a visão e devolver a beleza natural ao rosto . Também é indicado no tratamento de cefaleias crônicas, que diminuem quando o excesso de pele é retirado das pálpebras.

A blefaroplastia é realizada sob anestesia local e sedação, em regime ambulatorial e com curativos. Após a intervenção poderá repousar o tempo necessário no centro onde foi realizada e posteriormente em casa.

A blefaroplastia melhora significativamente o aspecto das pálpebras, conseguindo um rejuvenescimento completo e harmonioso do olhar. Também podem ser associados outros tratamentos estéticos e não cirúrgicos que potencializam os bons resultados da cirurgia. 

VST_blefaroplastia

Cirurgia da pálpebra superior – blefaroplastia superior

Essa cirurgia costuma ser indicada por excesso de pele na pálpebra superior, característica mais característica ao longo dos anos, mas não única. São múltiplos os fatores que intervêm no processo de envelhecimento e é fundamental considerá-los todos para obter os melhores resultados para cada paciente. O cirurgião oculoplástico especialista em blefaroplastia avalia e considera cada um dos fatores envolvidos para planejar sua cirurgia de forma personalizada.

A blefaroplastia superior é realizada por microcirurgia, utilizando-se as dobras naturais da pele para fazer as incisões, para que não sejam esteticamente visíveis no futuro. O excesso de pele é retirado com design adequado, buscando o melhor aspecto estético, mas sempre levando em consideração a função de proteção da pálpebra.

Às vezes a pálpebra fica ligeiramente rebaixada ou seu contorno é alterado, por isso será necessário destacar o sulco da pálpebra superior ou modificar ligeiramente sua altura e contorno. Isso não muda nossa expressão, mas clareia o visual e estiliza as pálpebras. Todos esses são detalhes muitas vezes esquecidos, mas de vital importância para um excelente resultado final.

Cirurgia da pálpebra inferior – blefaroplastia inferior

A blefaroplastia inferior é uma cirurgia cosmética das pálpebras inferiores. Seu objetivo é eliminar as bolsas inferiores e / ou excesso de pele e rugas, podendo melhorar em alguns casos também o sulco das olheiras.

Classicamente, existem duas formas de abordagem da blefaroplastia inferior: transcutânea ou transconjuntival. Isso indica apenas se a incisão é feita através da pele ou através da conjuntiva. Na pálpebra inferior, devemos avaliar três fatores fundamentais: bolsas de gordura, flacidez palpebral e excesso de pele ou rugas. A escolha adequada e combinação de técnicas é de extrema importância na blefaroplastia inferior para obtenção dos melhores resultados possíveis.

O tratamento das bolsas de gordura quase sempre é feito por meio de uma incisão na conjuntiva. Uma vez exposta, o excesso de gordura existente pode ser removido ou redistribuído para corrigir as estrias das olheiras. A melhora da pálpebra inferior não depende apenas da eliminação de gordura, na verdade isso pode causar uma aparência feia de olhos fundos. A tendência atual é retirar a gordura de forma conservadora e redistribuir os volumes da pálpebra inferior para amenizar as bolsas e o sulco das olheiras. Pacientes com apenas uma ranhura marcada no olho, mas sem bolsas de gordura, não são bons candidatos para uma blefaroplastia inferior. Esses casos se beneficiam muito de tratamentos não cirúrgicos que visam melhorar o volume do sulco por meio de preenchimentos,

Quando há nítido excesso de pele ou rugas e dobras profundas na pálpebra inferior, são eliminadas por meio de uma incisão sob os cílios que pouco se vê com o tempo. Na maioria dos casos, apenas a pele será removida, preservando o músculo orbicular íntegro (responsável pelo piscar), o que favorece a recuperação rápida e evita complicações. Às vezes, esse músculo é tensionado (suspensão do orbicular do olho) para melhorar o suporte da pálpebra.

Em alguns casos, pode ocorrer flacidez na pálpebra inferior, devido ao alongamento da própria pálpebra ou de seus tendões de sustentação. A forma de corrigir é por cantopexia ou cantoplastia. O objetivo de ambas as técnicas é devolver a tensão normal da pálpebra por meio de uma pequena incisão e uma ou outra será utilizada dependendo do grau de flacidez. Na cantopexia, o tendão é reforçado por uma sutura, enquanto na cantoplastia é encurtado. É fundamental solucionar a flacidez sempre que ela estiver presente, pois é a causa de uma retração ou queda da pálpebra, dando um aspecto de olhos arredondados. 

Patologias relacionadas à blefaroplastia

TRANSTORNOS DAS PÁLPEBRAS